No one left behind

Estou devendo um post sobre a viagem do nosso pet, a Mei, para a Carol e Luciano do Minha Neve. O Ultranol fez um post que explica bem.
Estavamos pensando na possibilidade de ir na frente e depois manda-la como carga viva, mas depois de pegar o orcamento do servico esse problema foi resolvido. A Doc Dog deu algo em volta de R$2500 reais, portanto nem liguei para a Sysbrac, ja que nem com bom desconto seria uma coisa viavel para nos. Acho que as pessoas so devem contratar esse tipo de servico se nao existir absolutamente outra maneira. Nao lembro exatamente o detalhamento de custos agora, mas levando a Mei conosco vai sair entre R$600/800 incluindo tudo, trecho Air Canada/TAM, isso se ela for despachada no compartimento de bagagem, se for possivel leva-la como bagagem de mao ainda sai um pouco mais barato. A Air Canada da essa opcao, pode transportar o animal tanto na cabine quanto no compartimento de bagagem, muitas companhias oferecem apenas uma das opcoes. Observando que durante determinados periodos(20 de junho a 10 de setembro e 18 de dezembro a 7 de janeiro) nao eh permitido embarque no compartimento de bagagem, mas somente na cabine. Outra coisa importante eh atentar para os detalhes das medidas, o transporte do animal para ir na cabine tem que ter as especificacoes maximas de bagagem de mao(incluindo o peso de 10kg somados transporte e animal), ao mesmo tempo que o transporte tem recomendacoes minimas de tamanho para minimizar seu desconforto(ele tem que conseguir se virar dentro do transporte, ficar em pe, etc)ou seja, a nao ser que voce tenha um poodle ultra-toy, uma tartarguinha de aquario ou um hamster o transporte fatalmente vai ultrapassar as medidas minimas. Segundo amigos, no check-in eles nao medem a caixa transporte, apenas pesam para ver se esta dentro dos 10kgs, entao acredito que se passar um pouco nao deve haver problema, resta saber se tem como acomodar a caixa no chao do seu assento sem ficar incomodo para voce e/ou companheiro(s) de viagem.
Estou devendo um post sobre a viagem do nosso pet, a Mei, para a Carol e Luciano do Minha Neve. O Ultranol fez um post que explica bem o processo, entao vou apenas fazer uns comentarios adicionais.
Estavamos pensando na possibilidade de ir na frente e depois manda-la como carga viva, mas depois de pegar o orcamento do servico esse problema foi resolvido. A Doc Dog deu algo em volta de R$2500 reais, portanto nem liguei para a Sysbrac, ja que nem com bom desconto seria uma coisa viavel para nos. Acho que as pessoas so devem contratar esse tipo de servico se nao existir absolutamente outra maneira. Nao lembro exatamente o detalhamento de custos agora, mas levando a Mei conosco vai sair entre R$600/800 incluindo tudo, trecho Air Canada/TAM, isso se ela for despachada no compartimento de bagagem, se for possivel leva-la como bagagem de mao ainda sai um pouco mais barato. A Air Canada da essa opcao, pode transportar o animal tanto na cabine quanto no compartimento de bagagem, muitas companhias oferecem apenas uma das opcoes. Observando que durante determinados periodos(20 de junho a 10 de setembro e 18 de dezembro a 7 de janeiro) nao eh permitido embarque no compartimento de bagagem, somente na cabine. Outra coisa importante eh atentar para os detalhes das medidas, o transporte do animal para ir na cabine tem que ter as especificacoes maximas de bagagem de mao (incluindo o peso de 10kg somados transporte e animal), ao mesmo tempo que o transporte tem recomendacoes minimas de tamanho para minimizar seu desconforto (ele tem que conseguir se virar dentro do transporte, ficar em pe, etc) ou seja, a nao ser que voce tenha um poodle ultra-toy, uma tartaruguinha de aquario ou um hamster o transporte fatalmente vai ultrapassar as medidas minimas. Segundo amigos, no check-in eles nao medem a caixa transporte, apenas pesam para ver se esta dentro dos 10kgs, entao acredito que se passar um pouco nao deve haver problema, resta saber se tem como acomodar a caixa no chao do seu assento sem ficar incomodo para voce e/ou companheiro(s) de viagem.

Em relacao a companhias aereas eu nao recomendaria voar pelas empresas americanas, tenho visto varios relatos de experiencias pessimas, desde o despreparo e desinformacao dos funcionarios como lidar com o assunto e ate mesmo perder os pobres animais, passando ainda pelo risco de perder conexao pela morosidade na imigracao americana (mesmo estando so de passagem). Tudo isso aconteceu mais de uma vez com conhecidos. Acho que a unica vantagem de se voar por uma empresa americana eh pagar uma passagem um pouco mais barata, mas todo mundo sabe que o barato sai caro.

Mas tem uma coisa bem chata que deve ser considerada ao voar pela Air Canada para quem esta partindo de fora de Sao Paulo, como eh nosso caso. A conexao em SP, de onde sai o voo da Air Canada eh bem cansativa, ficaremos umas 8 horas no aeroporto esperando a conexao. Estamos partindo de Fortaleza e voando pela TAM(parceira da Air Canada) esse eh o unico voo viavel, todos os outros nao chegam a tempo para fazer a conexao.
Acho que eh basicamente isto, se houver algo que nao tenha dito aqui ou se quiserem mais detalhes sobre qualquer coisa eh so perguntar.
Advertisements

All Quiet on the Western Front

Ausencia de posts por basicamente dois motivos:
1-Nao tem muito o que contar;
2-Estamos viajando nos fins de semana para ir se despedindo de alguns lugares, agora eh a vez de Guaramiranga. A serra foi o local para que mais viajamos nesses quase dois anos de volta ao Brasil, acho que essa sera a quinta vez.
Momento coluna social
Semana passada Daniel, Raquel e Gabriela nos receberam para reencotrarmos com Carlson e Josy, em Calgary ha um ano e com os futuros calgarians Carlos, Lidiane e Levi, que viajarao no mesmo voo que nos ate Toronto, obviamente. Como dito pelo Carlos Moreira no blog dele, eh legal olhar para tras relembrando os primeiros encontros e perceber que realmente hoje foi construida uma relacao de amizade, na medida do possivel e distancias. Fica aqui tambem o agradecimento a Raquel por tantos quitutes saborosos!
Ausencia de posts por basicamente dois motivos:
1-Nao tem muito o que contar;
2-Falta de tempo, pois estamos viajando nos fins de semana para ir se despedindo de alguns lugares, agora eh a vez de Guaramiranga. A serra foi o local para que mais viajamos nesses quase dois anos de volta ao Brasil, acho que essa sera a quinta vez.
Momento coluna social
Semana passada Daniel, Raquel e Gabriela nos receberam para reencotrarmos com Carlson e Josy, em Calgary ha um ano e com os futuros calgarians Carlos, Lidiane e Levi, que viajarao no mesmo voo que nos ( so ate Toronto obviamente). Participaram tambem do encontro, via internet, Karina e Andre, tambem de Calgary. Como dito pelo Carlos Moreira no blog dele, eh legal olhar para tras relembrando os primeiros encontros e perceber que realmente hoje foi construida uma relacao de amizade, na medida do possivel e distancias. Fica aqui tambem o agradecimento a Raquel por tantos quitutes saborosos!
Proximo post vou falar sobre viagem com animais de estimacao, para quem esta querendo levar seus pets. Como falei para a Claudia na nossa volta dos USA para ca, no one left behind!

Making progress

Passagens: compradas direto pela Air Canada. Comprando one way ganha-se um terceiro volume por passageiro, muito util para quem esta de mudanca. A diferenca de precos sai aproximadamente o valor que se pagaria pelas malas extras. As vantagens sao o atendimento melhor e bem mais rapido, a cortesia de escolher os assentos no aviao na compra da passagem e ainda parcelam em ate 10x.
Mas so pra ilustrar melhor, em 5 minutos no telefone com a Air Canada acertei todos os detalhes da passagem, desde escolha de voos dos 3 trechos(Fortaleza-SP-Toronto-Ottawa), passando pela reserva da Mei, ate detalhes como escolha de assento, etc. Na TAM, somente para conseguir fazer a reserva da Mei no trecho Fortaleza-SP, levei entre 15/20 minutos. Por que? Eu tambem queria saber.
Mei: Transporte comprado, agora vem a parte dificil: conseguir convence-la a ficar amiga do transporte. Desde a experiencia traumatica de 24 hs de viagem de quando a trouxemos dos USA, ele tem ojeriza de qualquer tipo de transporte. Primeiro colocamos ele num cantinho da sala, ela fez de conta que ele nao existia. Tentei brincar com ela utilizando tecnicas de entretenimento felino sem sucesso ate que tivemos que apelar e por a comida dela dentro, agora ela entra meio a contra gosto, mas admito que foi golpe baixissimo, atingimos seu calcanhar de aquiles.
Na chegada: Homestay da Tina, por 15 dias (obrigado pela dica Viviane). Acho que eh o tempo necessario para conseguir um apt.

Passagens – compradas direto pela Air Canada. Comprando one way ganha-se um terceiro volume por passageiro, muito util para quem esta de mudanca. A diferenca de precos sai aproximadamente o valor que se pagaria pelas malas extras. As vantagens sao o atendimento melhor e bem mais rapido, a cortesia de escolher os assentos no aviao na compra da passagem e ainda parcelam em ate 10x.┬áMas so pra ilustrar melhor, em 5 minutos no telefone com a Air Canada acertei todos os detalhes da passagem, desde escolha de voos dos 3 trechos(Fortaleza-SP-Toronto-Ottawa), passando pela reserva da Mei, ate detalhes como escolha de assento, etc. Na TAM, somente para conseguir fazer a reserva da Mei no trecho Fortaleza-SP, levei entre 15/20 minutos. Por que? Eu tambem queria saber.

Mei – Transporte comprado, agora vem a parte dificil: conseguir convence-la a ficar amiga do transporte. Desde a experiencia traumatica de 24 hs de viagem de quando a trouxemos dos USA, ele tem ojeriza de qualquer tipo de transporte. Primeiro colocamos ele num cantinho da sala, ela fez de conta que ele nao existia. Tentei brincar com ela utilizando tecnicas de entretenimento felino sem sucesso ate que tivemos que apelar e por a comida dela dentro, agora ela entra meio a contra gosto, mas admito que foi golpe baixissimo, atingimos seu calcanhar de aquiles.

Na chegada – Homestay da Tina, por 15 dias (obrigado pela dica Viviane). Acho que eh o tempo necessario para conseguir um apt.