Capitulo 1: A viagem

15/09/2009. Muito stress. Essa eh a melhor definicao.

Fazer uma viagem intercontinental com 7 malas, duas mochilas e um gato nao eh facil. Ja posso dizer que sou um expert na arte de andar com 2 carrinhos de bagagem ao mesmo tempo, um em cada mao. Pena que ainda nao tem essa modalidade nas olimpiadas, pq eu traria alguma medalha pra casa.

Tudo comecou ainda antes do check-in. Tivemos que trocar o tapete absorvente cheio de xixi, a Mei tem pavor de transporte desde a viagem  USA/Brasil, pra ela estar num transporte ela sabia que a coisa nao era boa. Pra completar tinhamos que dar um remedio calmante recomendado pela veterinaria. Nao foi muito facil, acho que metade do remedio caiu no chao mas foi o suficiente, logo ela ficou calminha “curtindo a lombra”.

No check-in da TAM foi preciso bastante choro para nao pagar o excesso dos nossos terceiros volumes no trecho Fortaleza-SP ja que a rigor teriamos que pagar mesmo, afinal, eh uma cortesia oferecida pela Air Canada, nao constando no bilhete. Ja a Mei nao pode ir na cabine pois o transporte era muito grande. Mas olha que ainda era pouco menor que o recomendado para o tamanho dela. Nos sites das companhias aereas tem varias recomendacoes sobre os tamanhos do transporte, bebedouro e etc. A rigor nao tem ninguem preocupado com isso, a unica coisa que checam eh tamanho do transporte(para saber se da pra ir na cabine ou nao) e atestado de vacina, nada mais. Tiramos ate o bebedouro da portinha do transporte por recomendacao no propria check-in, pois disseram que ele poderia cair durante a estadia no compartimento de carga.

Bagagens e Mei despachadas(coracao na mao), o check-in tomou tanto tempo que as despedidas tiveram que ser rapidas. Melhor assim.

Em SP tivemos que pegar as bagagens e a Mei para fazer a conexao. Nossos companheiros de viagem foram para um semi-hotel que fica dentro do aeroporto mesmo com o filho Levi, que estava febril. Ate pensei nessa possibilidade no planejamento da viagem, mas que foi descartada pq eles nao aceitam animais de qualquer tipo. Fomos entao procurar um banquinho simpatico localizado proximo a area de check-in da Air Canada, ja que ali seria nossa residencia pelas proximas 5 horas. Lugar estrategicamente escolhido perto de uma tomada e uma mesinha para colocar a caixa de transporte da Mei. Acampamento feito, fui procurar cartao pre-pago de acesso wireless pra internet. A tarefa teoricamente facil me levou ao outro extremo do aeroporto de Guarulhos, enquanto Claudia e Mei esperavam nos bancos. Depois de percorrer aproximadamente 5 estabelecimentos comerciais, incluindo a propria Telefonica,pois todos estavam sem o cartao. Acabei comprando um cartao da Vex numa farmacia de acesso para 24hs por R$25(outra opcao era 2hs por R$15) que funcionou perfeitamente.

Tanto empenho nao era somente para ajudar a passar o tempo, mas ate o momento nao tinhamos lugar definido para ficar quando chegassemos em Ottawa. Na vespera da viagem recebi um email dizendo que por um imprevisto nosso lugar nao estava disponivel ainda. Nada de panico, um problema de cada vez. Email vai, email vem, em Guarulhos, horas antes de chegar no Canada fiquei sabendo que estava tudo resolvido.

Proximo passo, check-in da Air Canada. O guiche so abre 17hs, mas 16:30h ja tinha fila. Novo problema, a atendente da TAM, que tinha sido muito simpatica, por engano ficou com a original e nos devolveu a copia do CZI(certificado de vacina internacional) da Mei. Fomos orientados a ir no Departamento de Agricultura tirar um novo documento. Para dar tempo, Claudia foi fazer isto e eu pagar a passagem da Mei no escritorio da Air Canada, que fica num corredor escondido por tras dos guiches. Departamento de agricultura do nosso lado do aeroporto ja estava fechado, mandaram a Claudia pro outro que ficava no lado oposto do aeroporto. Nova correria, chegando la o cidadao disse que nao poderia emitir outro CZI pq o atestado do veterinario estava vencido, segundo ele teria validade de 3 dias, o que sabiamos eh que eram 10 dias, estando escrito no atestado. Largou uns carimbos e disse que era o melhor que podia fazer, teriamos que tirar um novo atestado em algum veterinario em Guarulhos para um novo CZI, ou seja, voo so no dia seguinte. Voltando no guiche da Air Canada, depois de muita conversa e psicologia consegui convencer o atendente a embarcar a Mei, mesmo sabendo que corria o risco de algo dar errado na entrada no Canada, segundo as palavras dele(e que era verdade). Pelo menos conseguimos embarcar a Mei na cabine conosco, pra o maior trecho da viagem.

No aviao o “aeromoco” foi logo dizendo assim que pus o pe dentro do aviao que que o gato nao poderia ir na nossa fileira(a primeira). Achei que era brincadeira e so respondi que podia sim, que ja estava tudo ok(cansado depois de tanto stress), ele retrucou dizendo que nao estava ok e continuei achando que era brincadeira, pois ele sorria o tempo todo(cinismo).  Outra pessoa veio falar conosco, esse explicou que nada podia ir no chao do aviao e como nossa fileira era a primeira depois da primeira classe, teriamos que mudar de fileira. Fala com um daqui, fala com outro ali, as pessoas nao entendiam o que eles falavam pois nesse ponto toda crew do aviao era canadense e os passageiros brasileiros, acabou que a Lidy e o Levi estavam logo atras de nos e nos quebraram o galho levando a Mei nos pes.

Depois de servirem o jantar ainda assisti o ultimo Exterminador do Futuro antes da porcaria da minha telinha travar e nao passar mais nada. Nao consegui dormir mais que meia-hora, pensando no landing, documentos da Mei, chegada em Ottawa e tudo mais. Depois de preencher o formulario do customs ainda teve um cafe da manha, com direito ao primeiro copo de cafe com leite aguado ao estilo norte-americano.

Chegamos em Toronto ainda escuro, 5:30h da manha. Primeiro passo depois dos interminaveis corredores foi o primeiro posto do Customs. Todos, sem excecao de nacionalidade e incluindo canadenses, entraram na fila. No guiche, o carinha com o maior mau-humor do mundo, com cara de quem tinha acabado de acordar, fez perguntinhas basicas, so confirmando o que escrevemos no formulario e nos mandou pra fila seguinte: a imigracao.

To be continued…

Advertisements

7 Responses

  1. Nooooossa, como vcs conseguiram??? Gente eu teria ficado louca ! Na verdade eu detesto quando as informações estão incompletas ou erradas. Isso deixa qualquer um estressado.
    Espero que ja estejam bastante descansados e aproveitando essa cidade linda.

    Abraços
    Ninha

  2. Oi, quanta emoção, já estou “ansiosa” pelo próximo capítulo 🙂 Perguntinha básica: vcs conseguiram não ter que pagar o excesso de bagagens na TAM?
    Até a próxima.
    Carol

  3. Viagem é sempre uma questçao de sorte. Dependo do humor do funcionário que te atende… Agora foi muita mancada da criatura na Tam ficar com o original do CZI da Mei…
    Estamos esperando o resto da peregrinação.
    Bjo!

  4. Adorei o post
    Me senti na pele de voces ja que sou a proxima a embarcar com um pet no aviao, so que ele tem que ir no cargo pois eh um cachorro e a caixa nem em sonho vai na cabine.

    Tudo de bom e tbm estou esperando proximo capitulo

    Que bom que vcs foram com a Lidy e o Carlos, eu sempre falo com eles por skpe

    Tudo de bom pra vcs

    Danielle

  5. oii…nossa lendo seu blog ja me deu ansiedade , to esperando a minha data chegar….perguntinha basica. temos q provar na imigracao os 10 mil de fundo:: ???ou so aqui no consulado?? tipo levar extratos…tem q mandar o diheiro??,,,,bjs

  6. Respondendo a pergunta da Rita. Teoricamente eh preciso comprovar os fundos na imigracao na hora do landing, mas a maioria das pessoas que conheco que passou por isso so foi perguntando o valor, sem precisar mostrar nada. Acho que eles confiam uma vez que vc ja mostrou durante o processo, pro Consulado.

    • Valeu Carlos, eu realmente tinha essa duvida pq ninguem me respondia, e nao gostaria de perder com conversao , comprar dolar etc…eu sei que sacando se paga uma taxa..mas o dolar utilizado eh o do banco central o que sai mais barato. bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: