Capitulo 3: Chegada em Ottawa

Chegada em Ottawa
No aeroporto de Ottawa, o oposto de Toronto. Bem menor e tremendamente tranquilo. Poucas pessoas pegando bagangens na esteira, a grande maioria do aviao lotado que partiu de Toronto eram de executivos, advogados e outros profissionais portando somente bagagem de mao. Pegamos as bagagens e fui ao telefone publico avisar a dona do Homestay que estavamos chegando antes do previsto, haviamos avisado que chegariamos depois das 11hs e ainda eram 9h da manha. Ninguem atendeu e deixei recado na secretaria eletronica. Ainda meio atordoados ficamos sem saber o que fazer, decidi que a unica opcao era arriscar ir ao Homestay e ver se tinha alguem em casa. Pegamos um taxi e puxei conversa com o motorista que era do Iraque e bem simpatico, pedi para parar no caminho em algum lugar que vendesse artigos para animais. Depois de mais de um dia de viagem tinhamos que comprar o mais rapido possivel uma caixa de areia e comida para a Mei.
Chegando no Homestay esperamos um pouco pois o quarto ainda nao estava pronto. As forcas ja estavao no final, foram so o suficiente para subir as escadas da casa e levar as malas para o quarto de uma por uma, nao conseguia mais fazer duas por vez, uma em cada mao. Apesar do cansaco, depois de um banho quente e demorado, resolvemos ir dar uma volta na cidade e ver se ja davamos entrada no SIN Card. Perguntamos como faziamos para chegar em Downtown e a dona do Homestay mandou pegar o onibus 12 na Montreal Rd, ha 4 quarteiroes de onde estamos que desceriamos por la. O dia estava ensolarado e fazia em torno de 16 graus, o que nao eh frio, mas para quem chega do nordeste brasileiro eh uma diferenca de 14/15 graus. Descemos na ultima parada e fomos andando seguindo mais ou menos as instrucoes que nos foram dadas, consegui encontrar o City Hall sem precisar pedir a ajuda de ninguem, aproveitando aquele momento inicial que mescla o fascinio de estar num lugar completamente novo com a inseguranca de nao fazer a menor ideia de onde se esta. O SIN Card foi facil, ja o OHIP nao deu pra tirar no mesmo dia pois nao tinhamos todos os documentos exigidos ainda.
A essa altura estavamos famintos, pois a ultima refeicao (mais ou menos) de verdade tinha sido o cafe da manha no aviao as 5h da manha, sendo que no voo Toronto-Ottawa foi servido agua/suco e dois biscoitinhos de cranberry e ja eram por volta de 16h da tarde. Na caminhada de ida ao City Hall tinhamos “pre-escolhido” um local que tinhamos achado simpatico pra comer. A escolha se revelou acertadissima, comida boa e barata, estilo do subway mas sendo melhor(mais gostinho de home-made) e ainda aproveitei para matar a saudade de ginger ale, que particularmente acho melhor que guarana. Depois caminhamos por pelo menos mais uma hora por Downtown e fomos procurar a parada para voltar pra casa, ja que o trajeto de volta do onibus que pegamos passava por uma rua diferente da vinda. Chegamos no Homestay por volta de 19h da noite, ainda comecando a escurecer. No processo de procurar coisas nas malas e arrumar a bagunca um pouco fomos dormir por volta de 22:30h.
No aeroporto de Ottawa, o oposto de Toronto. Bem menor e tremendamente tranquilo. Poucas pessoas pegando bagagens na esteira, a grande maioria do aviao lotado que partiu de Toronto eram de executivos, advogados e outros profissionais portando somente bagagem de mao. Pegamos as bagagens e fui ao telefone publico avisar a dona do Homestay que estavamos chegando antes do previsto, haviamos avisado que chegariamos depois das 11hs e ainda eram 9h da manha. Ninguem atendeu e deixei recado na secretaria eletronica. Ainda meio atordoados ficamos sem saber o que fazer, decidi que a unica opcao era arriscar ir ao Homestay e ver se tinha alguem em casa. Pegamos um taxi e puxei conversa com o motorista que era do Iraque e bem simpatico, pedi para parar no caminho em algum lugar que vendesse artigos para animais. Depois de mais de um dia de viagem tinhamos que comprar o mais rapido possivel uma caixa de areia e comida para a Mei.
Chegando no Homestay esperamos um pouco pois o quarto ainda nao estava pronto. As forcas ja estavao no final, foram so o suficiente para subir as escadas da casa e levar as malas para o quarto de uma por uma, nao conseguia mais fazer duas por vez, uma em cada mao. Apesar do cansaco, depois de um banho quente e demorado, resolvemos ir dar uma volta na cidade e ver se ja davamos entrada no SIN Card. Perguntamos como faziamos para chegar em Downtown e a dona do Homestay mandou pegar o onibus 12 na Montreal Rd, ha 4 quarteiroes de onde estamos que desceriamos por la. O dia estava ensolarado e fazia em torno de 16 graus, o que nao eh frio, mas para quem chega do nordeste brasileiro eh uma diferenca de 14/15 graus. Descemos na ultima parada e fomos andando seguindo mais ou menos as instrucoes que nos foram dadas, consegui encontrar o City Hall sem precisar pedir a ajuda de ninguem, aproveitando aquele momento inicial que mescla o fascinio de estar num lugar completamente novo com a inseguranca de nao fazer a menor ideia de onde se esta. O SIN Card foi facil, ja o OHIP nao deu pra tirar no mesmo dia pois nao tinhamos todos os documentos exigidos ainda.
A essa altura estavamos famintos, pois a ultima refeicao (mais ou menos) de verdade tinha sido o cafe da manha no aviao as 5h da manha, sendo que no voo Toronto-Ottawa foi servido agua/suco e dois biscoitinhos de cranberry e ja eram por volta de 16h da tarde. Na caminhada de ida ao City Hall tinhamos “pre-escolhido” um local que tinhamos achado simpatico pra comer. A escolha se revelou acertadissima, comida boa e barata, estilo do subway mas sendo melhor(mais gostinho de home-made) e ainda aproveitei para matar a saudade de ginger ale, que particularmente acho melhor que guarana. Depois caminhamos por pelo menos mais uma hora por Downtown e fomos procurar a parada para voltar pra casa, ja que o trajeto de volta do onibus que pegamos passava por uma rua diferente da vinda. Chegamos no Homestay por volta de 19h da noite, ainda comecando a escurecer. No processo de procurar coisas nas malas e arrumar a bagunca um pouco fomos dormir por volta de 22:30h.
Advertisements

3 Responses

  1. Gente
    Eu imagino como deva ser esta sensacao do desconhecido mas que ao mesmo tempo nos impulsiona ainda mais.
    Se D-us quiser estaremos desembarcando em janeiro/fevereiro, espero que ainda em janeiro se D-us quiser.

    Tudo de bom para voces, uma excelente semana e que venham boas noticias em breve (como o emprego!) Estou na torcida

    Danielle

  2. Gente
    Eu imagino como deva ser esta sensacao do desconhecido mas que ao mesmo tempo nos impulsiona ainda mais.
    Se D-us quiser estaremos desembarcando em janeiro/fevereiro, espero que ainda em janeiro se D-us quiser.

    Tudo de bom para voces, uma excelente semana e que venham boas noticias em breve (como o emprego!) Estou na torcida

    Danielle
    Sorry, forgot to add great post! Can’t wait to see your next post!

  3. Hey
    Vamos adicionar vcs no live do X Box,
    A gente esta pensando se leva o nosso ou se vende por aqui e compra ai.
    Abracao

    Danielle

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: