Interludio

Ainda no Brasil, fazendo checkups de rotina e para aproveitar o plano de saude antes de passar 3 meses
de carencia ate ser coberto pela sistema de saude da provincia de Ontario, descobri uma coisa que nao
era para estar la. O medico pediu uma biopsia e disse para nao se preocupar, afinal pelas
caracteristicas tinha 95% de chances de ser benigno. Fiz a biopsia poucos dias antes de embarcar e minha
mae ficou de pegar o resultado 10 dias depois. Nem lembrava mais do tal exame, afinal 95% de chance eh
muita coisa. Uma bela noite, ainda felizes pelas primeiras conquistas, recebi um telefonema da minha mae
dizendo que tinha recebido o resultado do exame e que eu precisava voltar ao Brasil o mais rapido
possivel: cai nos 5%.
Apesar de estar bem aquecido dentro de casa e ter feito um dia de outono bem agradavel na casa dos 16/17
graus, senti imediatamente um frio subindo pelos pes e tomando conta do corpo. Por essa eu nao esperava.
A primeira noite nao foi facil, nao somente pelo fato em si, mas por suas consequencias na nova vida
tambem. No dia seguinte minha mae conseguiu falar com o medico cirugiao que fara minha operacao e nos
tranquilizou, dizendo que nao havia tanta pressa e que eu poderia esperar ate uns 3 meses ainda com uma
boa margem de seguranca. Acontece que quanto mais demorar a ir, mais vai demorar para retomar a minha
vida aqui. Nao posso procurar trabalho sabendo que em no maximo 2 meses estaria partindo pro Brasil.
Perdi a oportunidade de comecar um programa bem concorrido de treinamento oferecido de graca para
imigrantes com background na area legal porque o programa comeca em novembro e vai ate fevereiro, na
entrevista de selecao contei sobre minha situacao e claro que fui preterido.
Enquanto vou ao Brasil a Claudia fica por aqui. Foi dificil convence-la, mas eh o mais racional a ser
feito. Do contrario, teriamos despesas em dobro, teriamos que passar tudo de novo mais 2x com a Mei e
toda a bagagem. Esta semana estamos alugando um ap e pretendo deixar tudo ajeitado para deixa-la
confortavel, dentro do possivel em vista das circustancias.
Mas estou encarando tudo como apenas um contra-tempo e uma segunda chance oferecida a mim, afinal se nao
tivesse feito esses exames meio que por acaso(o meu medico disse que ele proprio nem sabe porque pediu
os tais exames), a coisa seria bem mais feia no futuro. Assim que terminar minhas “ferias” estou de
volta pra lutar pelo meu lugar ao “sol”.
Ainda no Brasil, fazendo checkups de rotina e para aproveitar o plano de saude antes de passar 3 meses de carencia ate ser coberto pela sistema de saude da provincia de Ontario, descobri uma coisa que nao era para estar la. O medico pediu uma biopsia e disse para nao se preocupar, afinal pelas caracteristicas tinha 95% de chances de ser benigno. Fiz a biopsia poucos dias antes de embarcar e minha mae ficou de pegar o resultado 10 dias depois. Nem lembrava mais do tal exame, afinal 95% de chance eh muita coisa. Uma bela noite, ainda felizes pelas primeiras conquistas, recebi um telefonema da minha mae dizendo que tinha recebido o resultado do exame e que eu precisava voltar ao Brasil o mais rapido possivel: cai nos 5%.
Apesar de estar bem aquecido dentro de casa e ter feito um dia de outono bem agradavel na casa dos 16/17 graus, senti imediatamente um frio subindo pelos pes e tomando conta do corpo. Por essa eu nao esperava. A primeira noite nao foi facil, nao somente pelo fato em si, mas por suas consequencias na nova vida tambem. No dia seguinte minha mae conseguiu falar com o medico cirugiao que fara minha operacao e nos tranquilizou, dizendo que nao havia tanta pressa e que eu poderia esperar ate uns 3 meses ainda com uma boa margem de seguranca. Acontece que quanto mais demorar a ir, mais vai demorar para retomar a minha vida aqui. Nao posso procurar trabalho sabendo que em no maximo 2 meses estaria partindo pro Brasil.
Perdi a oportunidade de comecar um programa bem concorrido de treinamento oferecido de graca para imigrantes com background na area legal porque o programa comeca em novembro e vai ate fevereiro, na entrevista de selecao contei sobre minha situacao e claro que fui preterido.
Enquanto vou ao Brasil a Claudia fica por aqui. Foi dificil convence-la, mas eh o mais racional a ser feito. Do contrario, teriamos despesas em dobro, teriamos que passar tudo de novo mais 2x com a Mei e toda a bagagem. Esta semana estamos alugando um ap e pretendo deixar tudo ajeitado para deixa-la confortavel, dentro do possivel em vista das circustancias.
Mas estou encarando tudo como apenas um contra-tempo e uma segunda chance oferecida a mim, afinal se nao tivesse feito esses exames meio que por acaso(o meu medico disse que ele proprio nem sabe porque pediu os tais exames), a coisa seria bem mais feia no futuro. Assim que terminar minhas “ferias” estou de volta pra lutar pelo meu lugar ao “sol”.
Advertisements

6 Responses

  1. Poxa
    Nao se preocupe, se D-us quiser vai dar tudo certinho viu. A gente tem que cuidar da saude, Graças a D-us você eh uma pessoa que se preocupa com a saude pois tem tanta gente por ai que nao liga, dai depois quem sofre eh quem fica aqui.

    Este tempo voce vai la, faz a cirurgia e volta 1000% em folha, e ainda com muita coisa na bagagem 🙂

    Tudo de bom para voces e estou aqui na torcida

    Danielle

  2. Oi pessoal,

    Apesar do susto, não será nada demais e tenho certeza que é só um contratempo mesmo. Que bom que Deus enviou esse sinal, o médico pediu os exames e vcs poderão ja acabar com isso logo de início.
    E ao retornar , surgirão outras oportunidades/cursos pra se fazer e prosseguir com a vida.

    Fiquem com Deus,
    Ninha e Do

  3. Oi Carlos,

    que chato ein ?
    mas é como você mesmo disse, isso é apenas um contratempo, vai dar tudo certo, ou melhor, já deu certo, afinal você descobriu a tempo.
    Estamos torcendo por vocês.
    Deus só reserva coisas boa pra nós, não esqueça.
    Diz pra Claudinha vir passar um fnal de semana aqui em Calgary, ela vai adorar, talvez até fique. hehehehehe.

    um bj grande pra vocês e boa sorte.

    ps. pede pra ela entrar no skype pra gente dar o telefone daqui. Qualquer coisa ela liga.

  4. A Lidiana me ligou e fique muito chateado com a situacao.
    Naum vou dizer para ficarem calmos, pq naum dah.
    Companheiro, boa sorte com a cirurgia, tenho certeza que vai ser soh uma nuvem passageira.
    Estarei com vc no meu pensamento e nas minha oracoes.
    Mas se tiver mais alguma coisa que eu possa fazer pode entrar em contato.
    Se a Claudia nau estiver muito legal e quiser levar um papo pode ligar tb.

  5. Tudo vai dar certo. Você vai ver que não há de ser nada. Simples.

    E a vida segue…

  6. Cagê,

    Eu e o Bob estamos torcendo por vocês! Graças a Deus esse seu médico pediu o tal exame!! Vai dar tudo certo!! 😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: