De volta(?)

Voltando depois de um longo hiato nesse moribundo blog.

Desde que o Lucas nasceu a freqüência já estava sendo um post por mês e em setembro me forcei a escrever um post em ocasião do nosso aniversario de 2 anos de chegada ao Canadá.

A vida continua e nunca sobrava tempo de escrever por aqui. So que agora estou sozinho, Claudia e Lucas estão no Brasil passando umas férias, e eu aqui tentando me ocupar com atividades triviais e de preferência que não me façam pensar muito. Fomos todos passar natal e fim de ano no Brasil, voltei no começo de Janeiro enquanto eles voltarão no fim de Fevereiro. Acontece que não agüentei a distancia e convenci meu chefe a me dar outra semana de férias e voltei ao Brasil pra ficar com eles mais uns dias.

Mas isso eh assunto pro próximo post…

Advertisements

Dois anos depois…

Geralmente se diz que os dois primeiros anos são os mais difíceis na adaptação em um novo país. Well, here we are atingindo a marca dos dois anos! Nem no meu wildest dream eu imaginaria que nessa marca já teria conseguido o que conseguimos.

Olhando para trás, muita coisa mudou desde que chegamos no aeroporto de Ottawa sem conhecer literalmente ninguém. Sem ninguém para receber, pegando taxi sem certeza de onde ficar, com 6 malas, 2 mochilas e um gato no transporte.

Casa, emprego, carro, filho…o que posso pedir mais? Desde o começo do mês somos os mais novos moradores de Kanata, onde compramos nossa casa.

Se aprendi uma lição foi: não dar ouvidos a quem diz que alguma coisa não pode ser feita. Não teria comprado a casa se eu não tivesse corrido atrás mesmo sendo dito que não conseguiria com tão pouco tempo de emprego e a Claudia saindo para licença maternidade. Também teria desistido de conseguir um emprego na minha área, já que varias pessoas me disseram que não seria fácil entrar no mercado jurídico. Hoje vendo de dentro constato o quão difícil realmente é. Mas não existe nada impossível para quem tem perseverança e fé.

By endurance, we conquer

Tudo ao mesmo tempo agora.

Blog (semi)abandonado por diversos motivos. Um deles e mais obvio ja era de se esperar, paternidade é realmente como dizem muito trabalhoso, mas cada minuto é worth it.

Alem disso, tivemos uma breve visita da minha mae esses dias e ainda temos mais novidades para breve. Tirei dois dias de folga no trabalho, mas mesmo assim nao deu tempo de fazer muita coisa, o tempo voou. Domingo ja fui deixa-la em Montreal de onde ela seguia viagem para os USA. A saudade sempre é pior quando vemos a familia e amigos, quando deixamos ela quietinha no canto dela ate que nao incomoda muito. Mas se os planos derem certo faremos uma visita ao Brasil ainda esse ano para apresentar o pequenino ao pessoal do Brasil.

No fim das contas, a unica coisa que faz voce parar para pensar se algum dia voltara ao Brasil é isso: familia e amigos. Fora isso nao vejo outro motivo.

Bom, é isso, apenas um rapido post mais pessoal que informativo, até a vida voltar aos trilhos nao tem como ser diferente. E tem mais novidade vindo por ai…

 

Novo membro da familia

E nossa familia cresceu. Foi um dia/noite longo e cansativo (e ainda esta sendo e vai ser por mais uns 18 anos no minimo…hahah), mas tudo deu certo no final. Nao foi o parto que escolhemos mas foi o que Deus nos providenciou, Ele sempre sabe mais que nos (e acredito que foi melhor assim apesar de tudo).

Lucas

A ficha ainda ta caindo, mas segundo a Claudia desde o inicio me mostrei ser um pai nato.  Mas eu tambem sou o mais velho de 4 irmaos, alguma coisa devo ter aprendido.

Quem procura acha

Um sábio amigo certa vez comentou:  “o pior dessa coisa de procurar emprego é que uma hora você acha…”.

E chegou minha vez, depois de dois meses e meio procurando emprego. Na verdade já faz quase um mês que estou trabalhando e esse é o principal motivo dos escassos posts. O trabalho é num relativamente pequeno escritório de advocacia trabalhando como legal assistant para um advogado que já tem 30 anos de profissão. Relativamente porque é apenas um advogado, mas a clientela eh grande e todo dia chega cliente novo. Tanto que ele tem dois assistentes contanto comigo e teria trabalho para mais um. Para completar, essa época do ano (junho, julho, agosto) é a época que tem mais trabalho na minha área de Real Estate (compra e venda de casa, negociação de mortgage, etc). Agora tenho mais um motivo para eu gostar do inverno.

Então se você comprou uma casa, quer vender, ou renovar ou fazer um segundo mortgage pode me procurar. Mas se der pra esperar ate setembro eu agradeço…

A foto foi da comemoração do emprego novo, combinamos que quando o negocio saísse iríamos comer lagosta e, coincidência ou não, no dia da primeira entrevista (foram duas), assim que terminei e liguei para a Claudia ela disse que tinha ganhado do patrão dela dois convites para um jantar onde o prato era adivinha o que?

Bom, pelo menos agora posso falar com mais propriedade sobre busca de emprego, resume e entrevistas.

FIN (Federal Internship for Newcomers)

Apesar de ninguém ter se manifestado, como o prazo é pequeno vou deixar registrado aqui o Federal Internship for Immigrants. Como o nome sugere, é um programa do governo federal que tem o objetivo de ajudar na inserção do imigrante no mercado de trabalho. O governo federal faz uma seleção pra um estagio de 3 meses renováveis por mais 3 meses. As vagas esse ano não são somente para Ottawa, terão vagas para Vancouver e Toronto também.

As vagas e as instruções de como aplicar serão anunciadas por dois dias somente, 13 e 14 de junho, marque no seu calendário. Abaixo copiei e colei os requerimentos para ser elegível, o ultimo item diz respeito a uma mini-entrevista com um dos serviços de ajuda/emprego aos imigrantes, como YMCA por exemplo. Eles estão pedindo isso para fazer uma “peneira” previa já que ano passado as vagas eram abertas apenas para Ottawa e tiveram mais de 1500 inscrições para 60 e poucas vagas (números divulgados apenas esse ano).

Para ser elegível tem que cumprir todas as exigências:

  • be a permanent resident or a Canadian citizen
  • have been in Canada less than 10 years
  • have the necessary language abilities in English (minimum Canadian Language Benchmark of 6-8) or French (minimum Niveaux de compétence linguistique canadiens benchmark of 6-8)
  • have a post-secondary degree (with the exception of administrative positions where it is an asset)
  • live or work in Ottawa/Gatineau (or within a 125 kilometre radius), Toronto (or within a 125 kilometre radius), the Vancouver Area or Victoria (or within a 75 kilometre radius) (Note: In the future, additional locations may be added)
  • be registered and successfully undergo mandatory screening for employment readiness by one of the program’s identified immigrant-serving organizations

A pagina oficial aqui.

Já estava sabendo do programa desse ano faz uns dois meses, mas como não tenho muito interesse e estava longe do blog esqueci de avisar aqui. Por isso é importante manter contato com as ONGs que ajudam os imigrantes, eles sempre sabem das coisas antes e com mais detalhes. Cheguei a ir numa info session de uma hora somente sobre esse programa no Catholic Immigration Center, minha ONG preferida onde o pessoal é muito gente boa e fiz bons amigos.

Essa é uma ótima oportunidade que pode abrir as portas do funcionalismo publico federal no Canada, uma verdadeira “mãe”, assim como no Brasil. Apesar de temporário, o grande lance (alem do networking que poderá ser obtido) é conseguir o security clearance, que é virtualmente impossível ser obtido por imigrantes que não estejam aqui no mínimo 2 ou 3 anos. Como é um programa do governo eles mexem os pauzinhos e dão o jeito deles.

Boa sorte!

Novo membro da familia e muitas outras atualizacoes

Well, não sei nem por onde começar…

Já fazem quase 2 meses que não escrevo por aqui, de lá para cá aconteceu muita coisa, já perdi completamente o “fio da meada” e nem lembro onde parei.

Esses últimos dois meses foram bem intensos, por vários motivos. A gravidez tem ocupado bastante tempo nas nossas vidas obviamente, conseguimos finalmente uma midwife e estamos fazendo o segundo round de aulas de pré-natal. No blog da Claudia ela da mais detalhes da gravidez. Outros pontos importantes foram a procura de emprego, viagem para Toronto & Niágara, as ocupações do dia-a-dia de quem mora em casa; inventei de plantar umas pequenas arvores na frente de casa, com a permissão do landlord claro, e a coisa deu muito mais trabalho que imaginei. Vou tentar recuperar o tempo perdido e ir atualizando o blog mesmo bem atrasado.

Acho que primeiro devo anunciar oficialmente o novo membro da família, o Lucas. Fizemos dois “chás de baby” pois não caberia todo mundo aqui em casa. Então fizemos um aqui para os amigos e outro na casa do patrão da Claudia para os colegas de trabalho dela. Aqui estão as fotos do feito aqui em casa, os créditos das fotos são da Adri. Acabei que conversei com um aqui, outro ali e nem sequer peguei na camera fotografica, se não fosse a Adri não teríamos registrado o dia (thanks again Adri).

Tudo homemade pela Claudia

Random notes:

Hockey: Who cares?! Eu só quero que alguém ganhe logo e isso termine, já enchi o saco da Stanley Cup esse ano. Como o Vancouver ta na frente eu espero que eles ganhem os próximos dois jogos pra acabar o mais cedo possível.

Clima: já estão abrindo as portas do inferno. Meus diazinhos agradáveis de frio já estão long gone. Semana passada já tiveram dois dias que fez 30 graus, essa semana vai ter mais uns dois e a media vai ficar em 26 graus. Desculpa quem não gosta de frio e fica com raiva quando digo que já estou com saudade da neve (a maioria dos meus amigos), mas se eu quisesse sentir calor tinha ficado no Brasil!

Vou tentar escrever o post sobre a procura de emprego que fiquei devendo, “devo não nego, pago quando puder!”. Falando nisso, tem alguém ai que se interessa em aplicar pro Federal Internship for Newcomers (FIN)? As applications esse ano vão ser feitas somente nos dias 13 e 14 desse mês.

Volta já.